Pular para o conteúdo

A ficção, o RPG e a política

12/10/2018

Há alguns meses me deparei com um tweet muito interessante do Jeremy Crawford, uma das cabeças por trás da edição 5.0 do Dungeons e Dragons. Fiquei com ele em mente por um tempo, prometendo a mim mesmo escrever sobre o assunto no futuro.

Eis que essa hora chegou:

Jeremy Crawford

“Se um reino em D&D estivesse forçosamente separando crianças de seus pais e as colocando em centros de detenção, os heróis iriam fazer de tudo para reunir essas famílias. Sejamos minimamente tão bons quanto os heróis em D&D. #D&D #Compaixão”

Para aqueles que vivem em uma bolha e não pegaram a referência do tweet, Jeremy estava se referindo à chocante, grotesca e desumana política de “Tolerância Zero” do presidente de seus país.

Eu adorei a manifestação do Sr. Crawford. Primeiramente porque o game designer embasou seu discurso justamente usando nosso hobby como exemplo. E, em segundo lugar, porque no período de ódio em que vivemos, uma manifestação por compaixão é mais do que bem-vinda: é necessária.

Há uma palavra-chave no (pequeno) texto que Jeremy Crawford publicou e eu reproduzi.  Se você acompanha o blog é bem possível que você lembre do meu post recente sobre heróis. Ou até um mais antigo. No entanto, e é importante frisar, eu não estou falando aqui de Son Goku ou Ayrton Senna.

Estou falando de nós mesmos, em roupas diferentes. A proposta (inicial) do RPG, e do pioneiro D&D principalmente, foi sempre reunir amigos para que eles pudessem ser os heróis das histórias: combater os tiranos, os vilões que ameaçavam a paz do reino e destruíam o que havia de bom.

É importante bater nessa tecla, porque não é só nos EUA que um presidente age como um vilão. Aqui também no Brasil, um presidenciável segue a cartilha do horror, criminalizando formas de amor, rebaixando pessoas com mais melanina na pele, e oprimindo nossas mães, irmãs, esposas e filhas.

Indo pelo caminho sugerido pelo Sr. Jeremy Crawford, proponho o seguinte exercício: imaginem seus personagens de RPG em um reino em que o rei ofende as mulheres, afirma que as raças diferentes (como elfos, anões e halflings) são inferiores. Eles ficariam inertes perante tal tirania?

Pensem em Tolkien. POR TUDO QUE VOCÊS CONSIDERAM SAGRADO, PENSEM EM TOLKIEN! (Sim, essa é pra você Sr. Forja-Quente!). Um rei humano que afirmasse que os halflings são inúteis, preguiçosos e gordos; que os ents não deveriam ter seu próprio território, pois são todos vagabundos… isso seria tolerável?

Você imagina o Conselho de Elrond passando pano pra esse tipo de postura? Vocês imaginam um Gandalf “isentão”?

Senhor dos Anéis é uma história que fala de diversidade, que nos ensina sobre o amor. É Gimli reconhecendo que ele poderia morrer ao lado de um elfo, agora amigo:

friendship

Um momento que me emociona até hoje…

É Frodo e Sam se reconfortando após terem completado sua missão sem se preocupar com a possibilidade de um orc linchá-los por “comportamento homossexual”.

E agora faço a seguinte pergunta, muito necessária: Nós estamos aprendendo algo com a fantasia e o RPG? Nós estamos prestando atenção nas histórias que estamos lendo, vendo e vivendo?

Eu não tenho certeza disso.
Pelo visto o esforço do Capitão América de ir até a Alemanha de Hitler e bater nos nazistas é visto como puro exercício ficcional. Não é.

Vou repetir aqui: não é.

COMICS-NAZIS

O intolerante não pode ser tolerado. Leiam Karl Popper.

Se você se identifica com o lado da tirania, com a opressão à liberdade e às minorias, eu lamento por você. Eu lamento saber que você não foi capaz de captar a mensagem que essas histórias que eu citei te passaram, ou mesmo outras que não comentei:

MG

Mas saiba de uma coisa: eu sempre estive ao lado dos hobbits (preguiçosos ou não), ents (lentos ou não), anões (teimosos ou não) e elfos (arrogantes ou não). E sempre, por toda a minha vida, lutarei por eles. Pois tive o privilégio de ler, assistir e vivenciar as histórias mais incríveis, que me ensinaram a respeitar as diferenças e valorizar o que cada um tem de bom.

É com muito orgulho e determinação que brado em alto e bom som:

#ELENÃO

Chico Lobo Leal

 

 

9 Comentários leave one →
  1. jokamc permalink
    13/10/2018 12:57

    Parabéns, belíssimo texto. Em tempos de autoverdade e intolerância, é mais do que necessário incentivar a reflexão sobre o que nos cerca. Ele não!

  2. gerbur12 permalink
    13/10/2018 17:06

    Já que fui citado, vou responder.

    Eu sou um grande fã da fantasia, vi muitos filmes, li muitos livros, joguei e mestrei muitas histórias de rpg. E aprendi muito com tudo isso.

    Não é porque tenho uma visão diferente que eu não absorvi as mensagens da ficção e fantasia.

    Já que estamos comparando o mundo real com a fantasia, na minha visão o reino que estamos vivendo é o seguinte:

    o rei ou regente é um presidiário que está no poder há décadas através de seus fantoches. Neste reino deveria haver uma alternância de poder, porém não há. É sempre o mesmo grupo de pessoas corrompendo tudo, enriquecendo ilicitamente, enquanto escraviza a população com migalhas para permanecer no poder.

    São décadas e décadas do mesmo governo e continuamos com o nordeste passando fome (poxa, será que não dava para desenvolver o nordeste nesse tempo? Ou será que é interessante mantê-los pobres e “felizes” com sua bolsa-família, porém sem mais nada: educação, saúde, segurança, nada. Enquanto isso os poderosos estão no exterior usufruindo do capitalismo.

    O Japão perdeu a 2a guerra mundial, foi devastado com 2 bombas atômicas e em 50 anos se tornaram a 2a maior potência do mundo novamente. De novo: 50 anos, não 500.

    Lamentavelmente parece que a esquerda nesse país pensa assim: “socialismo para o povo e capitalismo para mim”.

    Com o tanto de imposto que esse país continental paga dava para sermos primeiro mundo com certeza! Porém o governo só quer criar mais impostos e mais ministérios para poder gastar mais e continuar não fazendo nada! O povo continuar na miséria e sem candidatos que o representem verdadeiramente.

    O dinheiro não chega nas escolas, hospitais, etc por causa da corrupção. Nossos governantes são verdadeiros glutões.

    O problema desse “reino” é a corrupção.

    E os glutões da corrupção fingem se interessar pelo povo, pelas minorias, mas isso não é verdadeiro.

    E o nosso rei-presidiário diz que se interessa pelas minorias, mas ele está preso por corrupção oras bolas! Ele está preso porque o dinheiro não chegou onde precisava, parou no pedágio do bolso dele antes!

    Pega uma minoria de verdade como os doentes graves e veja se o governo se interessa por elas. Está cheio de mães no whatsapp com filhos com AME e outras doenças terríveis com remédios caríssimos, alguns passando da casa do milhão de reais. Não era para o governo cuidar dessas pessoas? Mas não cuidam, as mães precisam se virar para conseguir doações para o tratamento de seus filhos.

    O rei-presidiário quer SOLTAR presos que cometeram “pequenos delitos”: seu tênis, sua bolsa, seu celular que roubaram e você ainda estava pagando.

    O rei-presidiário está preso e quer por que quer ser rei mesmo assim!

    E é incrível a “má-sorte” de seus adversários: aviões caem, são esfaqueados no meio da rua, etc. E o mais curioso é que de repente um “assassino solitário” que não tem dinheiro nem para comprar um revólver de repente tem 3 ou 4 advogados para defendê-lo…

    E o mais curioso de tudo são alguns aldeões que passam anos reclamando do descaso e da corrupção do rei-presidiário, 4 anos, 8 anos, 12 anos… 16 anos! E quando chega a oportunidade de mudar, vão lá e votam nos mesmos.

    Esses que votam nos mesmos aceitaram a corrupção desenfreada. Não tem nada que o rei-presidiário possa fazer para desagradar seus fiéis eleitores. Ele é o rei-corrupto, está mais do que claro, mesmo assim é “Rei” para alguns. Seu feitiço sobre seus asseclas é poderoso. Eles estão cegos e vendados e chegam até reclamar durante das filas nos hospitais e na falta de educação para seus filhos, mas no dia “D”, votam no rei-presidiário novamente, ou no fantoche que ele indicar.

    Na minha visão os heróis da história são os que lutam contra o rei-presidiário, o rei-glutão, o rei-corrupto. O mal do país é a corrupção. Enquanto falta remédio, emprego para uns 13 milhões; os aliados do rei-presidiário estão no exterior gozando do que há de melhor. E estão há décadas no poder e são incapazes de mudar nada, incapazes de melhorar nada. Só sabem gastar e consumir.

    Graças a Deus, parafraseando Aragorn Elessar “Eis que gastamos e consumimos e é chegada a hora do pagamento”.

    Graças a Deus, muitos antigos políticos não foram reeleitos. Temos muita gente nova no poder. Temos 50% a mais de mulheres! E teve gente que foi presidente de todos os governos e hoje não se elegeu. Muitos finalmente estão quebrando o feitiço do rei-presidiário. Muitos voltaram a enxergar e estão mostrando isso nas urnas.

    Se a voz do povo é a voz de Deus, então Ele está se manifestando, está mudando as coisas.

    Se o nosso reino é democrático, é preciso que haja alternância de poder. Se não houver então vivemos uma ditatura disfarçada, um comunismo disfarçado.

    Historicamente os maiores assassinos da humanidade são líderes comunistas como Lenin e Stalin que mataram 100 milhões. Eles dizem estar a favor do povo, mas enquanto enriqueceram mataram 100 milhões. No entanto, quando precisamos lembrar de um anti-Cristo lembramos apenas de Adolf Hitler que matou 6 milhões, outro assassino psicopata que eu repudio, sem dúvida. Mas os comunistas mataram muito, muito mais e ninguém fala disso porque? Talvez porque já vivemos no socialismo e ainda não percebemos. E a história é escrita pelos vencedores.

    Na minha visão, os heróis dessa história lutam contra o feiticeiro rei-presidiário, não a favor dele.

    Está chegando a hora da virada! Se Deus quiser vamos sair do ciclo-vicioso PT-PSDB e seu aliados. O povo está se manifestando nas urnas como nunca antes. O povo está cansado da corrupção dos glutões vorazes, cansado do dinheiro não chegar onde precisa, cansados de “direitos humanos” para bandidos e não para as vítimas.

    Essa é a minha visão:

    O PT vem governando o país à 16 anos: 14 indiscutíveis de Lula e Dilma. 2 de Temer, vice da Dilma, escolhido pelo PT para concorrer as eleições junto com a Dilma, correto? Nenhum presidente é eleito sozinho, quando se vota em um, automaticamente está votando no vice dele também.

    Após 18 anos de governo petista, como o país está? 13 ou 14 milhões de desempregados, uma das maiores crises político-econômicas do país (se não a maior), os maiores escândalos de corrupção da história do Brasil (talvez do mundo!). Um partido que tem 1 presidente preso, outra que sofreu impeachment, diversos líderes do partido preso também ou com tornozeleira eletrônica. O atual candidato do PT vai toda segunda-feira receber ordens do presidiário. Então tudo isso é um absurdo, não dava para sequer cogitar votar nessa gente de novo. A cada 4 anos eles voltam prometendo melhorias sem fim, mas no dia-a-dia só vemos corrupção na TV, não vemos as melhorias. Quando eles vão fazê-las? Quantas décadas ou séculos eles precisam?

    Chega!

    Está na hora de colocarmos um cara honesto no poder e tentarmos trilhar um caminho diferente. Segundo Einstein a definição de loucura é fazer sempre a mesma coisa e esperar um resultado diferente. Se queremos mudança, precisamos mudar primeiro. Votar diferente. Depois não adianta reclamar, a hora de reclamar é agora, é nas urnas. Agora se você concorda com a situação do país, com o caminho que o país está tomando há décadas, então vote nos mesmos, assim damos manutenção ao que está aí, posto e em atividade! Eu não concordo, eu quero mudança. Eu não aceito que o presidente do país receba ordens de um presidiário! Isso é inconcebível! Inaceitável!

    Quando o principal problema de uma nação é a corrupção sistêmica plenamente instaurada. E a única coisa que não acusam o adversário do presidiário é de “corrupto”. Isso acende uma luz, isso tem significado. Quando o adversário do presidiário sobe nas pesquisas e na eleição e a bolsa sobe junto, o dólar desce junto, isso tem um significado, isso é um indicativo de como o mundo está vendo o Brasil, caso esse Brasil apontado se torne real dia 28.

    Quando tudo o que o presidiário pode atacar seu adversário se resume ao que ele “falou” e não o que ele “fez” (bem diferente do presidiário). Isso tem um significado muito forte.

    E é isso daí gente. Graças a Deus ainda estamos numa democracia (mais ou menos) e cada um tem o direito de falar o que pensa e entende. Para mim não há o que discutir, está claro quem é o vilão e quem pode ser o herói.

    O presidiário teve chance de mudar o país para melhor, ele teve essa oportunidade, não pode dizer que não. Se o que ele entregou depois de todos esses anos foi descaso e corrupção sistêmica isso se deu porque em algum momento ele mudou de idéia (e de lado). Ele se tornou o corrupto que combatia e ampliou ainda mais essa corrupção!

    Está na hora de darmos a oportunidade para outro. Bem diferente desse que esta aí. E começarmos a trilhar um novo caminho, se Deus quiser, retomar a “Ordem e Progresso” escritos em nossa bandeira verde e amarela.

    “Eis que gastamos e consumimos e é chegada a hora do pagamento” Aragorn Elessar.

  3. 15/10/2018 01:03

    Grande Gonçalo!

    Fico feliz que você tenha respondido, embora confesso que triste – mas não surpreso – pelo conteúdo da resposta.

    Eu lamento que a bandeira da anti-corrupção obscura sua percepção a respeito dos absurdos que citei no meu post. Os absurdos que você, claro, não comentou. Afinal, pelo que conheço de você, são assuntos que não lhe são relevantes: assuntos “triviais” como respeito às minorias. “Coisa da esquerda”.

    O que importa é a anti-corrupção, não é mesmo?
    Sua justificativa é que o PT é um partido corrupto, que deve ser mantido longe de poder.

    E olha que interessante: eu concordo com você nisso.
    Mas é o seguinte: da mesma forma que lamentei muito votar na Dilma no 2º turno de 2014 (lembra? aquela eleição que você fez campanha pro honesto [risos] Aécio Neves?), estou lamentando demais votar no Haddad agora nesse 2º turno. Meu candidato não passou do 1º turno nem em 2014, e nem em 2018.

    E o que me sobra?
    Votar em um ótimo administrador público (https://istoe.com.br/gestao-haddad-ganha-premio-de-us-5-milhoes-em-disputa-com-289-cidades/), embora representante de um partido corrupto, ou em um péssimo político, com ideias protofascistas (https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/283108/Safatle-Bolsonaro-%C3%A9-um-exemplo-cl%C3%A1ssico-de-fascista.htm).

    “Ah, mas o Bolsonaro é honesto”.
    Meu amigo, a corrupção é sistêmica no nosso sistema político, e não é o Sauron do PSL que é exceção à moda:

    http://www.justificando.com/2018/04/14/nem-patriota-nem-honesto-nem-cristao-desmitificando-jair-bolsonaro/

    https://www.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2018/meirelles-lista-denuncias-e-provoca-bolsonaro-nao-sabe-nem-usar-o-google-cz6pcbj9sc3aadcpw884xfnja

    https://www.opovo.com.br/noticias/politica/2018/01/patrimonio-de-jair-bolsonaro-e-filhos-se-multiplica-em-apenas-dez-anos.html

    Veja, se você preza pela anti-corrupção (como eu prezo, e qualquer cidadão consciente preza), tenho certeza que Ciro Gomes ou Marina Silva atenderiam seus (nossos) anseios. Ou mesmo João Amôedo, que por nunca ter exercido cargo político, não tem nada nas costas que indique ser corrupto.

    Diferentemente de Sauron.

    Há mais do que os olhos podem ver na sua resposta:

    “Se não houver então vivemos uma ditatura disfarçada, um comunismo disfarçado”, ou “Lamentavelmente parece que a esquerda nesse país pensa assim: ‘socialismo para o povo e capitalismo para mim'”.

    Meu amigo (e espero poder ainda te tratar assim), estamos na Guerra Fria?
    Socialismo, comunismo… essas ideias são relevantes ainda? Principalmente aqui no Brasil?

    Estude um pouco a respeito de comunismo e socialismo, em fontes sérias, e você vai perceber, como pessoa inteligente que é, que não faz sentido falar desses tipos de sistema políticos hoje em dia para nossa realidade. Quem quer um Brasil comunista? O Brasil precisa de um Estado eficiente e provedor (comunismo não tem Estado). E que Ilúvatar nos proteja de um regime socialista.

    Ninguém que mereça ser levado a sério levanta uma dessas bandeiras.
    Veja, as ideias de Karl Marx na revolução industrial é que garantiram que os trabalhadores, inclusive crianças, tivessem direitos trabalhistas. Uma melhora pro sistema capitalista, não é mesmo? Nem por isso a Europa Industrial tournou-se comunista.
    Com suas benesses e deméritos, o capitalismo é o que temos pra trabalhar. E oxigenar, e mudar, e melhorar.

    Assim como a democracia. Assim como os direitos humanos. Assim como o respeito.
    Conquistas históricas que definem a própria sociedade que temos, que, mesmo com seus problemas, devemos ter orgulho.

    Há pouco mais de 100 anos nós poderíamos ir à praça principal das nossas cidades e comprar um ser humano com pele mais escura que a nossa.
    Há pouco mais de 50 anos as mulheres não podiam votar, pois ia contra ao que se esperava delas na sociedade.
    Há pouco mais de 5 anos os gays não podiam casar.

    Eu gostaria que você votasse com consciência, sabendo do que Sauron fez nos seus 27 anos na Câmara do Rio de Janeiro:

    https://congressoemfoco.uol.com.br/eleicoes/na-camara-bolsonaro-prioriza-militares-e-ignora-saude-e-educacao/

    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/09/como-deputado-bolsonaro-defende-privilegios-e-eleva-gasto-publico.shtml

    Mas também que você votasse com amor no coração, afinal “O Senhor é compassivo e misericordioso, mui paciente e cheio de amor” – Salmos 103:8.

    Seus filhos não o deveriam ser também?

  4. gerbur12 permalink
    16/10/2018 20:19

    Chicão, claro que você pode me continuar a me chamar de ‘amigo’, pelo menos da minha parte eu o vejo assim, apesar de nossas diferenças políticas.

    Cara, para mim Sauron é o presidiário. Não “tem” político mais forte, corrupto e perigoso nesse país.

    Quanto a Aécio Neves, eu não lembro de defender sua bandeira de honesto. Para mim votar no PT não é uma opção. PT está no poder desde 2002 e estamos nessa draga que estamos hoje, eu não quero continuar esse caminho. Inclusive no 1o turno eu não votei no Aécio, no 2o turno tinha que escolher entre 2 possíveis presidentes: Dilma ou Aécio. E não dava para votar no PT de novo.

    Já Bolsonaro eu acredito ser honesto. Ele chegou a ser mencionado por Joaquim Barbosa nesse sentido. Posso estar errado, nunca sabemos o dia de amanhã, mas isso é uma suposição. Já o PT é certeza de corrupção sistêmica e descaso com o país, não é uma suposição. Entende a diferença?

    Os links que você citou, eu poderia citar muitos também contra o PT. Mas para mim é tão evidente seus crimes que acho até estranho precisar “provar” qualquer coisa contra o PT. Nós estamos no Brasil que eles construíram nos últimos 16 anos! Nós vivemos a realidade desse partido todo dia, acho desnecessário ficar postando links aqui contra eles.

    Acho o fim da picada um possível futuro presidente ficar visitando presidiário para receber ordens. Propor tirar gente da cadeia. O fim da picada a vice dele com esse papo de URSAL, Foro de São Paulo, Grande Nação Socialista da América do Sul (não lembro o nome correto agora). USar dinheiro do BNDES para contruis portos, rodovias, etc em ditaduras socialistas como Cuba e Venezuela. O fim da picada o PT ter no plano de governo a questão de controlar a mídia e a internet com um nomezinho bonito para disfarçar (isso sim é ditadura!). Acho o fim da picada as doutrinação nas escolas e faculdades, idolatramos os líderes e pensadores comunistas e nada (ou quase nada) é ensinado sobre os de Direita.

    Enfim, acho que nossos governantes erraram muito e estamos caminhando sim para nos transformarmos em uma venezuela. Na minha opinião temos que mirar nas grandes potências e tê-los como modelos para buscarmos tornar o nosso país uma potência também. Chega de idolatrar ditador comunista. Chega de caminhar para Venezuela. Eu queria que o Brasil fossem um Estados Unidos, não uma Cuba.

    Estados Unidos quase não tem leis trabalhistas, tem pena de morte, tem punição severa para bandidos (como a dos 3 delitos pega 25 anos de prisão), não tem quase proteção nenhuma do governo, é fácil contratar e demitir, não tem tanta burocratizaçã, etc. Resultado: o mundo inteiro quer ir para lá. Não vejo o mundo inteiro querendo ir para a Venezuela. Acho que temos que mirar em quem deu certo, não em quem deu errado.

    A questão das “minorias” para mim é uma falácia muito grande. Mulher não é minoria, na verdade é a maioria (salvo engano 53% do Brasil).

    Por enquanto eu gosto bastante do perfil do Bolsonaro, para mim ele é o cara que o Brasil precisa. Acredito muito nele. Concordo com a grande maioria das propostas dele. É meu voto em 2018 e se não for bom, na próxima eleição eu tento eleger outro, mas no PT não dá mais não.

    E é isso cara. Acho que num país livre todos tem o direito de pensar o que quiser, votar em quem quiser e mesmo que haja diferenças políticas, possamos sermos todos amigos se nos respeitarmos. O meu candidato, hoje, na minha cabeça é o melhor, o seu pode não ser, tudo bem, o país é livre. O importante é que todos queremos a mesma coisa:

    Um país melhor.

    E cada um tem uma cabeça para decidir como chegar lá. Se todos tivessem a mesma opinião não precisava de democracia, instaurava uma monarquia e teríamos sempre o mesmo grupo no poder para sempre.

  5. 19/10/2018 01:38

    Salve Gonça!

    Que bom que continuamos amigos. Digo isso porque nossas diferenças não são somente políticas.
    Se você diz “Por enquanto eu gosto bastante do perfil do Bolsonaro, para mim ele é o cara que o Brasil precisa. Acredito muito nele. Concordo com a grande maioria das propostas dele”, nossas diferenças são morais: https://i1135.photobucket.com/albums/m640/Anwel/Frases%20Sauron_zpsvrkxntc2.jpg

    Você está indo exatamente contra tudo o que eu acredito.
    Claro, isso não impede nossa amizade, mas torna as coisas muito mais difíceis:
    Quando eu for baleado por defender e trabalhar com o meio ambiente, ou por dizer que direitos humanos são aquilo que justamente nos torna humanos… você vai estar de qual lado? De quem levou a bala ou de quem puxou o gatilho?

    Eu estava lendo há pouco a respeito do Caixa 2 de Bolsonaro, revelado hoje na grande mídia (e aí, vai ignorar essa corrupção dele?), e confesso que não me surpreendi dele estar usando o Whatsapp pra disseminar medo, confusão e histeria na população. Afinal, você me presenteou com essa pérola:

    “O fim da picada a vice dele com esse papo de URSAL, Foro de São Paulo, Grande Nação Socialista da América do Sul (não lembro o nome correto agora)”

    Cara, confesso que preciso até me segurar pra não rir.
    Sério, sério mesmo? Se fosse em tempos menos sombrios, e se a nossa democracia não tivesse em jogo, eu riria. Bastante.

    Somos acadêmicos Gonça, não podemos deixar de lado o que aprendemos na universidade. A lógica, a ciência, a necessidade de argumentação e prova. A Ursal é uma piada cara. Uma piada! Isso não é sou eu que estou falando, mas um próprio jornal conservador: https://politica.estadao.com.br/blogs/estadao-verifica/ursal-nao-existe-e-portanto-nao-armou-esquema-para-manipular-urnas

    “Enfim, acho que nossos governantes erraram muito e estamos caminhando sim para nos transformarmos em uma venezuela”. Brasil virar Venezuela?
    Repito: use o conhecimento que você aprendeu, use o discernimento, o pensamento crítico.
    É BIZARRO falar uma coisa dessas: http://i1135.photobucket.com/albums/m640/Anwel/Venezuela_zps8xhhzz3i.jpg

    Sim, nossos governantes erraram. Muito, muito mesmo.
    Mas a gente não pode cair no discurso das medidas simples. Governar não é simples. Dar tiro em todo mundo não é solução. Não é, nunca foi, nunca será. O buraco é mais embaixo, bem mais embaixo. A gente precisa sim dum trabalho articulado entre política social, segurança e desenvolvimento. A propósito, a respeito de política social, um nerd conhecido já se manifestou a respeito, num texto bem interessante: https://www.linkedin.com/pulse/eu-sou-fruto-de-pol%C3%ADticas-assistenciais-para-quem-tem-marco-gomes/

    “Na minha opinião temos que mirar nas grandes potências e tê-los como modelos para buscarmos tornar o nosso país uma potência também”.
    Eu concordo com você. Mas pra mim nosso modelo tem que ser uma europa da social democracia, e não um Estados Unidos que prende crianças, como o tweet que coloquei acima. Mas daí caímos de novo nas nossas diferenças morais.

    Sim, (ainda) temos um país livre, em que temos o direito de pensar o que quiser. E o problema é justamente esse: nós ainda teremos essa liberdade quando seu candidato for eleito? Porque ele já manifestou diversas vezes sua paixão pela ditadura, inclusive a Venezuelana, que você tanto critica: https://veja.abril.com.br/politica/bolsonaro-defende-hugo-chavez-em-entrevista-de-1999/.

    Esse cara é um risco, grande, ao que construímos hoje.
    O PT não é o melhor caminho, mas pelo menos é um partido que tirou muita gente da miséria, e deu liberdade pras instituições investigarem corrupção, tanto a Polícia Federal quanto o Ministério Público, que tem feito um ótimo trabalho. Essas instituições não tinham autonomia nenhuma na época da Ditadura que seu candidato se espelha…

    Bom, é isso, fica difícil continuar e não me tornar repetitivo.
    Espero ter feito você refletir sobre suas escolhas. Se vc não mudou sua ideia, paciência. Por favor mande flores pros meus parentes se eu virar estatística :).

    Abração

  6. gerbur12 permalink
    20/10/2018 17:57

    Cara, o problema moral é da Esquerda, porque não se pode se auto-intitular “humanista” e ser corrupto ao mesmo tempo. Se é corrupto pega dinheiro de hospitais, segurança, escolas, etc, logo, de humanismo não tem nada. Pura fachada. Até para se fazer uma doação para o hospital do Câncer ou o programa Criança Esperança tem que se pagar imposto, então o governo (Esquerda) não está preocupado com a humanidade, mas sim em enriquecer astronomicamente sem precisar trabalhar.

    Ursal é real, já vi uma foto da Manoela D’avila com um bolo escrito URSAL. Já vi um vídeo dela dizendo que agora que ela seria vice (isso foi pouco antes do primeiro turno) ela estava indo para o Uruguai convidar o Mojica para ser presidente da URSAL por que isso era o que todos queriam. Vou de novo: eu vi um vídeo dela falando isso, ninguém me contou não.

    Kit gay é real, o Haddad diz que não é; não pára de contar mentiras, mas a verdade é que se isso não foi distribuído nas escolas se deve ao veto que tiveram, principalmente por causa do Bolsonaro, da bancada da “bala” e da bancada evangélica que foram duramente contrárias.

    Enfim, a Esquerda conseguiu se auto-colar um selo de humanismo, de quem se importa. E com isso, automaticamente coloca um selo de desumano na Direita. Lamentavelmente muitos não conseguem perceber e acreditam nessa falácia. Mas se a Esquerda fosse democrática, não iria estar desesperada, não aceitando sair do poder e inventando esse caminhão de fakenews.

    Querem por que querem governar o país mesmo que de dentro da cadeia! E tem gente que acredita que esse partido é democrático.

    Falta moralidade para a Esquerda, não para os eleitores da Direita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: