Skip to content

LabJogos #2 – As Sementes

28/04/2014

Esta é a segunda parte do relato que comecei neste post.

Desta vez, trago a vocês o que vi como um “legado” deste Laboratório de Jogos – o que aqui começou, e que vai prosperar nos trazendo bons frutos até o próximo ano.

Um Chamado à Coletividade

Para mim, um dos acontecimentos mais marcantes do evento foi um LabTalk ministrado pelo Rafael Rocha, uma das mentes por trás do Lab (e da Secular Games, também). Sob o título “Coletivos e Faça Você Mesmo, O que o Punk Pode Nos Ensinar”, ele falou sobre a cultura do “Do-It Yourself” fundamentando a produção nacional de jogos.

DSCF4938

Adotando o exemplo de bandas e artistas independentes, ele ressalta o quão fácil é produzir conteúdo público hoje – e o apelo que tal produção gera.

Enfim, nada que nós já não soubéssemos, até chegar no final do Talk. A partir do exemplo da Secular Games, ele enfatiza a lógica dos “Coletivos” – grupos se unindo em prol da discussão e produção independentes. E isso pode acontecer em praticamente qualquer lugar, seja com os amigos de sua mesa de jogo ou atrelando novas pessoas para o hobby.

A repercussão disso fluiu com a euforia dos presentes, e idéias de Coletivos pipocavam nos discursos de quem esteve por lá. Uma idéia que tornaria nosso território muito mais fértil e produtivo.

Seria este o pontapé inicial para disseminarmos a proposta do Lab pelo Brasil afora? Para incitarmos a discussão com aqueles que “só jogam” e formarmos, de fato, uma sociedade ampla de jogadores/teóricos em design? Isto só o tempo nos dirá…

Aos Limites do Mundo

No Game Chef do ano passado (o primeiro em que o Brasil fora representado), fomos agraciados com a vitória do PULSE, o controverso jogo de investigação e narrativa criado por Encho Chagas. Ele nos mostrou que temos o potencial para produzir jogos de qualidade, não devendo em nada aos designers estrangeiros.

“Mas, então, por que não temos nosso lugar lá fora?”, você deve estar se perguntando. Eu digo que só estamos conseguindo um lugar neste nicho, graças à iniciativa independente. O financiamento coletivo e, mais recentemente, o mecenato digital têm aberto portas para nós, para mostrar o talento que temos em desenvolver jogos.

E o lançamento do PULSE fora do país é o pontapé inicial para tomarmos de assalto o mercado internacional. Na verdade, já estava passando da hora disso acontecer, e os mineiros tomaram (mais uma vez) a vanguarda. Em uma semana de campanha, 26% da meta já foi alcançada. Ajude você também a propagar este ideal pela internet, caro leitor: compartilhe esta página internet afora, que a vitória logo será nossa! :)

DSCF4947

Ao término do evento, teve início a campanha de publicação do PULSE. É o Brasil almejando chegar (mais uma vez) na GenCon!

 Fim do “Rolê”… e Minhas Conclusões Sobre

A segunda edição do Laboratório de Jogos teve, para mim, um sabor diferente da primeira. Não apenas por tudo que já discorri nestes relatos, mas pelo seu papel propriamente dito para nós, da comunidade que joga e compôe jogos. Em 2013, foi um reflexo da criação – o povo queria se encontrar, tomar uma cerveja e conversar mais de perto.

Nesta ano, consagrou-se como obrigatoriedade. Consolidou-se como algo necessário para nosso aprendizado neste campo. Muito mais que conversar, beber e jogar, tornou-se um reflexo do que somos, e do que queremos ser.

Produtivos. Unidos. Visionários. Sem Limites.

E, se você captou essa “vibe” assim como eu fiz, caro leitor, te sugiro a não perder nada disso. Pois muita coisa está por vir dessas sementes, do mesmo jeito que o Lab 2013 iniciou tantos movimentos…

DSCF4999

Espero vê-lo no próximo LabJogos ano que vem, estimado leitor. :)

Que Luna os ilumine, e até a próxima!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: