Skip to content

Orquestra RPG: Definição da Segunda Etapa

14/11/2013

Antes de qualquer resultado, um desabafo:

                                   Image

Há alguns dias atrás, quando foi feito o primeiro anúncio deste concurso, tanto eu quanto o Guilherme (certamente, a pessoa que mais queria ver essa idéia virar realidade) estávamos nos envolvendo em um projeto – uma tentativa de estimular um pouco mais a produção de jogos, e a discussão que a embasa. Após o post, percebemos que um outro evento importante bateria em data com a nossa proposta: o NaNoWriMo. Pensávamos que o começo seria com poucos participantes, mas mesmo assim continuamos com a idéia.

Nós não imaginávamos tamanha repercussão para este concurso, no fim das contas. Foi uma verdadeira surpresa ver tanta gente conferindo nossa proposta, lendo as regras e aguardando pela revelação das músicas – o “marco zero” deste concurso.

Em seguida, foram dez dias de acompanhamento, esclarecendo dúvidas e acompanhando o florescer dos novos projetos. Para mim, algo totalmente catártico e indescritível foi chegar no computador depois de um dia de trabalho e me deparar com idéias novas, criativas e instigantes de jogos narrativos – criados a partir de uma iniciativa de um amigo igualmente imaginativo…

É por este sentimento que gostaria de agradecer a vocês, os onze participantes que aceitaram o desafio de compôr e/ou remixar jogos. Vocês criaram mais que documentos em texto e rascunhos, isso eu lhes garanto: criaram novos caminhos para explorar nossa imaginação, elaboraram novos graus de desafio narrativo e trouxeram grande valor ao RPG nacional.

Gostaria de agradecer também, por mim e pelo idealizador do projeto, a todos que acompanharam o processo, mesmo sem participar dele; a todos que ajudaram a divulgar o concurso, via internet; a todos que ofereceram apoio nesta empreitada. Nós não nos esqueceremos de vocês – seja na última etapa deste concurso, seja nos próximos que, com certeza, virão…

Dos Competidores

Sim, nós tivemos onze projetos apresentados até o prazo limite do concurso, cada um mais bonito que o outro. Alguns inacabados, é verdade, outros muito bem talhados – mas nada que desmereça cada uma das idéias construídas neste período. Remixes, jogos novos, roleplay poems… tivemos de (quase) tudo.

Como vocês poderão conferir abaixo (basta clicar no nome do jogo para ter acesso a ele):

 Desbunde (elétrico?): Neste projeto, o amigo Aislan Gonçalves de Borba nos leva até um período alternativo e ligeiramente (?) lisérgico da nossa história: os tempos de Guerra Fria. De um acidente, surge uma legião mutante que deseja criar sua própria história – oprimindo os “Caretas” e deixando as canções de seus LPs falarem mais alto.

Guardião: O Encho (já conhecido por publicar o PULSE há pouco tempo) nos trouxe uma idéia popular, mas com uma roupagem interessante: você será o Guardião (uma entidade espiritual poderosa) de um ser vivo, protegendo-o do mundo que o cerca. Mas, como defendê-lo quando você está entre o poder, e a compreensão de seu protegido?

Desvio Para o Negro: Neste projeto, Nielison Brito nos convida a uma reflexão: como seria o mundo se ninguém mais enxergasse? Venha desvendar um mundo em que o caos dominou tudo quando a visão deixou de ser um direito da humanidade, e redescubra o mundo pelos sentidos que não lhe abandonaram.

Guerra RPGO autor Edu Brito nos traz o paradoxo das guerras em seu projeto – um jogo que não apenas evoca todo o horror e violência pertinentes a um confronto, como também os “valores” dele resultantes (como a honra e a lealdade, por exemplo);

ImakinatoNeste jogo, conhecemos a história dos irmãos Hagen, cientistas dedicados a um misterioso experimento, chamado Imakinato, que os colocou entre duas dimensões pouco distintas. Pelas palavras de Marcos Silva, venha desvendar o segredo e, também, o desfecho numa história aparentemente definida por um futuro inglório…

Domingo No Parque RPGE não é que nos deparamos com algo inesperado? O Rafael Viana subverteu criativamente a proposta do concurso, ao levar o jogo para a música (e não torná-la um tema!), ao permitir que os jogadores interpretem o triângulo amoroso entre José, João e Juliana – os protagonistas de um Domingo No Parque.

(Ir)RealidadeAfinal de contas, somos mesmo reais? Ou somos apenas um vislumbre do que queremos ser, dizer ou demonstrar? A Juliana Truite (única competidora do concurso) nos questiona isso a partir de um jogo simples, discursivo e imersivo sobre delírios, histórias e objetos (beirando um roleplay poem).

Opinião PúblicaNeste jogo, nos deparamos com uma condição pertinente: alienação, explorada pelo autor Rafael Filho por dois focos: o contato excessivo com a Tv, ou a falta dele. Torne-se você também um Funcionário do grande Consenso Universal, a explorar um mundo que mais parece uma repartição de controle e produção de eventos midiáticos.

TraidoresNeste projeto simples e musical (como eram as poesias, antes das canções), Cochise César nos coloca no papel de ex-prisioneiros, reconhecidos como traidores, em um contexto de fuga, violência e lealdade, como um roleplay poem passível de diversos contextos e interpretações.

Versículo 3O autor Rey Ooze (criador do excelente Áureos) mescla mitologia hebraica com a dura realidade, ao colocar os jogadores como Elohim perdidos na periferia de São Paulo, em uma busca por si próprios que os conduzirá pelas trilhas do poder, do dever e da perdição.

Anexia: Uma experiência breve como a construção de um sonho: esta foi a proposta do amigo Rafael Pinheiro Costa. Os jogadores se reúnem para formular sonhos, a partir de “borrões de tinta” (as famosas figuras de Rorchach) que despertarão toda sorte de elementos para compôr um sentido onírico à trama.

Paixão FatalO grande Alan Silva (autor de Cachorros Samurais e do jogo Erótica, entre outros) nos brindou com sua presença no concurso ao resgatar o drama de um crime passional para o PULSE. Um jogo marcado pela tragédia e permeado pelas paixões dos envolvidos na história…

Insomnium: Este jogo, já apresentado em outros concursos neste ano (como o RPGénesis e o Game Chef), foi resgatado por seu autor, Daniel Violato. Nele, os jogadores vivenciarão um pesadelo, por uma dinâmica embasada em papéis bem definidos, com objetivos bem particulares e definições freudianas, em uma trama que pode resultar no “sono eterno” de quem o sonha…

Agora, os Semifinalistas…

Apresentados os competidores, vamos agora ao momento que todos esperavam: a definição dos semifinalistas.

Como vocês bem sabem, a definição destes se deu pelo voto dos próprios competidores, a resposta de cada um deles à seguinte pergunta: “Qual Jogo Vocês Gostariam de Ver na Segunda Etapa do Concurso?”

Uma pergunta honesta e, ao mesmo tempo, cruel – pois, com tantos projetos interessantes, fica difícil de responder (eu lhes garanto que não conseguiria, hehehe…), e isso ficou bem claro na horizontalidade apresentada nos resultados. Os projetos mais citados na resposta receberiam o direito de ingressar à Segunda Etapa do concurso, onde o rigor será mais presente nas avaliações.

Sem mais delongas, vamos ao resultado (seguido pelo total de votos que cada projeto conseguiu):

  1. Empatados, Insomnium e Desvio Para o Negro, ambos com três votos;
  2. Também empatados, Guardião e Imakinato, ambos com dois votos;
  3. Outro empate: Paixão Fatal, (Ir)Realidade e Versículo 3, ambos com um voto;
  4. Os demais jogos prosseguiram sem votos.

Assim sendo, nossos semifinalistas são os jogos Insomnium, Desvio Para o Negro, Guardião e Imakinato. Deixo aqui meus parabéns não apenas aos autores destes jogos, como também a todos os demais que criaram jogos neste concurso. Espero vê-los trabalhando em seus jogos, e saibam que a equipe do #Orquestrarpg disponibiliza o espaço para que continuem aprimorando seus projetos.

Tá, mas… e agora?

Neste momento, já estamos preparando as Mesas Redondas para definição da Etapa Final. Manteremos contato pela fanpage do concurso, agendando data e hora das sessões de Hangout para que vocês possam acompanhá-las, e participarem com suas opiniões e perguntas aos Produtores.

Portanto, continuem acompanhando este “terceiro round” deste concurso que, graças a vocês, veio para ficar!

Que Luna os ilumine, e até a próxima!

 

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 14/11/2013 23:57

    Boa Sorte para os classificados e parabéns a todos os participantes!

  2. 15/11/2013 02:44

    E parabéns pros organizadores!
    Excelente trabalho o de vocês :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: