Skip to content

Explorando a percepção na sua mesa de jogo

21/04/2013

Salve camaradas!

Estou de volta à terrinha, e mais do que nunca me sinto bombardeado com sons, imagens, odores e gostos – uma verdadeira explosão de estímulos! Um prato cheio (literalmente) pra um post de RPG, é claro.

De alguns anos pra cá, com a popularização do computador e semelhantes, tenho visto muitos Mestres usando notebooks, tablets e smartphones como ferramentas de áudio e vídeo na mesma. Imagens de monstros, fotografias de paisagens exóticas, trilha sonora de seu filme favorito, respiração do Darth Vader…

As possibilidades são muitas! Particularmente acredito que a trilha sonora seja um ótimo mecanismo de animar as sessões, mas não sou tão seguro assim com as imagens e a possibilidade delas viciarem a imaginação dos jogadores… Bom, isso é discussão pra outro post, o que eu quero aqui não é criticar (posts críticos são cansativos), mas quero explorar novos horizontes!

Se você tiver um papagaio de estimação então, é praticamente um combo!

Se você tiver um papagaio de estimação então, é praticamente um combo!

Luz e Sombras – Que tal alterar a luminosidade e escuridão do ambiente de jogo? Nada melhor que um ambiente escuro e escuso para história assim.

Água – História de pirata? Deixe um copo d’água por perto e borrife uns pingos ocasionalmente nos jogadores. Talvez você os irrite, mas é coerente com a história, e pelo menos os tirará da zona de conforto!

Fogo – Última sessão de uma campanha de um ano, a sessão da morte de um NPC importante, ou mesmo de um herói dos jogadores… que tal acender a lareira, uma fogueira, ou, se você morar em apartamento, velas? (Tenham noção e lembrem que a segurança vem em primeiro lugar! Faça isso com um responsável por perto se você mesmo não for um).

Silêncio – Há diversas situações que os personagens estão em um ambiente onde não é possível conversar (ou não aconselhável), e mesmo assim todo o grupo não fecha a boca. Discurso de reis, investigação em lugares proibidos… Que tal propor o silêncio? Só mímica vale enquanto a situação continuar, e qualquer barulho real terá consequência no jogo, como se o personagem o tivesse feito. E não me venham com churumelas! Personagem também espirra!

Cheiro – Narrativa oriental? Traga incenso pro jogo! Narre os aromas exóticos propondo novos odores aos narizes nerds. Fuga pelo esgoto?

Narre! Ou ponha sua conta em risco. Desaconselho!

Sabores – Que tal trazer comidas típicas dos lugares narrados? Personagens investigando na Itália? Traga vinho à mesa! Mouse Guard? Traga queijo! Aventuras orientais? Traga especiarias! Afazeres em Baker Street? Chá e cachimbo! Agora se o cenário for em Minas Gerais… Cozinhe pão-de-queijo e me convide pro grupo!!!

Inove, estimule sua criatividade e a dos outros. Ouça sugestões e críticas dos jogadores.

E, claro, compartilhe suas experiências aqui!

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. m4lk1e permalink
    21/04/2013 14:53

    Uma perspectiva bem ampla, essa sua, caro amigo.
    Parece que os ares frios do extremo norte o deixaram com saudades dos sabores diversos… :)

  2. 21/04/2013 15:56

    “borrife uns pingos ocasionalmente nos jogadores”
    Adorei isso! Vou fazer! Prepare-se para quando for jogar comigo!
    Muito boas idéias Chico! O tema da “imersão” está pouco em voga nesses dias de experimentos com sistemas de jogo, mas algumas das melhores experiências que eu tive com RPG foram muito ricas nesse sentido. Quando o Du mestrou Abismo Infinito pra gente, tínhamos só uma luz negra pra ler a ficha, e quando o computador da nave falava era um computador de verdade falando! E o pessoal lá em Indaiá-city curte fazer sessões zumbis em um sítio no meio da mata e sem energia elétrica, e é sempre animal.
    É certo que nosso cérebro processa muito mais estímulos do que nos damos conta, e no contexto de uma sessão de RPG, em que já ficamos predispostos a construir memórias com uma carga emocional, essas associações sensoriais podem ser poderosas! Fora o óbvio fato de isso requerer uma boa dose de noção por parte dos participantes, a coisa pode ficar muito legal!

  3. 22/04/2013 11:52

    Vou criar uma aventura no mar só pra molhar os jogadores, rs. Ótimas dicas!

Trackbacks

  1. Trilhas sonoras para RPG |
  2. Trilhas sonoras no RPG |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: