Skip to content

Filme que daria um ótimo RPG: “De olhos bem fechados” – Stanley Kubrick (1999)

26/01/2012

Acredito que algumas pessoas já chegaram no momento em que não conseguem pensar em cenários ou mesmo tramas diferentes para desenvolver suas aventuras. Muita gente já passou por esse período que não quer mais mestrar sobre a mesma coisa sempre: Vampiros, D&D, Cyberpunk…
Até mesmo cenários menos usuais como o universo mafioso e o de piratas já esgotaram sua criatividade!

Então, para ajudar aqueles que se encontram pouco inspirados, vamos escrever alguns posts sobre roteiros de filmes legais para serem transformados em aventuras de RPG.

O primeiro deles é o “De Olhos Bem Fechados” (Eyes Wide Shut – 1999), de Stanley Kubrick, com Tom Cruise e Nicole Kidman nos papéis principais.

Trailer:

O filme se passa em Nova Iorque, no final de outono, quando o inverno está chegando e você vê toda a cidade no clima natalino com suas luzes coloridas e uma (falsa) sensação de felicidade e paz. O protagonista é casado, médico, tem uma filha…. tudo em sua vida está nos padrões até que sua mulher revela ter desejos sexuais por outro homem. A vida do Dr. Bill Harford (Cruise) logo vira do avesso, e ele se ve em uma situação inesperada no seu mundinho perfeito.

O doutor então vive uma jornada reflexiva na noite de NY, que o leva a descobrir por acidente uma senha para uma festa secreta numa mansão.

O que Harford descobre nessa festa, é que a tradicional elite novaiorquina é corrompida pelos seus desejos lascivos, mantendo reuniões onde os membros convidados tem liberdade para exercer seus desejos eróticos. Rituais e voyeurismo captam a atenção do protagonista, que, assim como todos da festa, esconde sua identidade por trás de uma máscara. Porém, após pouco tempo sua identidade de “outsider” é revelada, e o mesmo tem que lidar com a perspectiva de um julgamento por aqueles que temem que seus hábitos sejam divulgados…

Bom, o filme é muito mais do que isso, e com certeza vale a pena ser assistido. Só o que já foi dito aqui já daria uma baita duma sessão!

O primeiro sistema que me vêem à mente para esse tipo de história é o Violentina, do meu camarada Eduardo Caetano.
Afinal, “Violência, Vícios e Volúpia” são as palavras-chave da obra dele.

* Por último, desnecessário dizer que o filme e o RPG são para maiores de 18 anos né?

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. 26/01/2012 22:16

    Há! Que bem legal!
    Aquele playtest na RPGCon foi bem específico pra se ter esta impressão!
    Associar Eyes Wide Shut ao Violentina, pra mim, foi algo no mínimo sublime!

  2. 26/01/2012 22:19

    Sempre dá pra criar cenários com idéias fora da caixa! Violentina é bem isso :)

  3. Chico Napolitano permalink*
    26/01/2012 22:26

    É verdade, ficou fácil associar nossa trama na RPGcon com a que existe no filme :)

  4. 26/01/2012 22:50

    Parece um ótimo cenário para Fiasco também. Aliás parece que Violentina e Fiasco se dão muito bem.

  5. 27/01/2012 00:32

    Um é Pai do outro! =]

    Ou seria melhor dizer que um é o Gigolô da Outra…?

  6. 27/01/2012 10:12

    Legal essa busca pelo tema inusitado, Chico! Eu certamente ando entediado com os cenários “tradicionais”. Engraçado como, apesar das possibilidades narrativas infinitas que o RPG proporciona, o pessoal fique sempre na mesma: os mesmos personagens, a mesma história, o mesmo ciclo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: